Identificando os Telefonemas do “Além” – Parte 1

Alexandre de Carvalho Borges 19 de abril de 2011 32
Identificando os Telefonemas do “Além” – Parte 1

Alexandre de Carvalho Borges – 2005

Um telefone toca em uma casa e do outro lado da linha quem chama não é uma pessoa comum. É um espírito de uma pessoa já falecida que deseja transmitir uma mensagem ou simplesmente informar a seus familiares e amigos que a vida continua e que se encontra vivo em um mundo espiritual. Um cenário de ficção? Uma loucura?

É o palco da Transcomunicação Instrumental moderna. A comunicação com os ditos espíritos é feita, hoje, não apenas com telefones de linha fixa, mas até com celulares, como garantem os transcomunicadores. Após ouvir tamanho “disparate”, a primeira pergunta de qualquer mortal seria esta: qual o número para eu discar para o mundo espiritual? É necessário usar um código DDD (Discagem Direta à Distância) ou um DDI (Discagem Direta Internacional)?

Isto tudo poderia parecer uma piada aos olhos do leigo nesse ramo de pesquisa exótica. Contudo, os pesquisadores respondem: no momento atual não existe nenhum número que possa discar para o Além e muito menos qualquer prefixo – ou uso de qualquer paródia para usar o DDA (Discagem Direta ao Além). Não existe qualquer número, garantem, pois a discagem só é realizada para nós a partir do mundo dos espíritos e nunca de nós para eles. Também, não existem meios de deixar recado na caixa postal do Além.

Registrados ao longo dos anos pelos estudiosos do assunto, os contatos telefônicos narram acontecimentos espetaculares. Na verdade, essa modalidade de comunicação transcendental é mais velha do que o próprio uso de gravadores de fitas cassetes ou mesmo gravadores com uso de fio. Os primeiros contatos narrados aconteceram no Brasil no ano de 1917, através da figura principal do médium Oscar D’Argonnel.

Livro de Oscar D’Argonnel, descrevendo telefonemas do Além

Livro de Oscar D’Argonnel, descrevendo telefonemas do Além

O médium recebia as ligações de uma entidade chamada Padre Manoel. Posteriormente, no ano de 1925, D’Argonnel escreveu o livro “Vozes do Além pelo Telefone”, narrando suas experiências de telefonia espiritual que vivenciou entre os anos de 1917 e 1925. De lá até hoje, estes telefonemas ainda ocorrem, passando também da linha fixa para a aparelhagem móvel, os celulares. Estima-se que já se ultrapassou mais de 2.000 ligações de origem alegadamente espiritual, somente na Europa.

Porém, até hoje esse fenômeno exótico não foi suficientemente explicado e nem os próprios transcomunicadores entraram em consenso do modo como procede seu mecanismo, apesar de alguns já terem aceito que sua origem é espiritual (seja de espíritos ou entidades não humanas). Esses registros telefônicos pautam por serem esporádicos, e por não poderem ser submetidos a reproduções controladas quando assim desejar – como o exemplo das outras modalidades de comunicação, tais como no uso do gravador e do rádio. Possuem também características peculiares, como na grande maioria terem uma qualidade de áudio superior a outros meios em voz e por durarem também maior tempo.

Podemos destacar algumas características dos contatos por telefone:

a) Maior duração da comunicação, chegando até a 50 minutos ou pouco mais;

b) Maior qualidade do áudio, possibilitando melhor nitidez e claridade de interpretação do conteúdo;

c) Ocorrência espontânea e fugindo ao controle de reprodução pelo homem;

d) Suspeita-se da necessidade de um médium para a ocorrência;

e) Dentre as outras modalidades de transcomunicação por aparelhos, está entre as mais raras;

f) Pode-se ocorrer através de ligação telefônica comum já estabelecida, como uma linha cruzada.

Quais seriam as explicações para elucidar esse mistério? É certo que não possuímos o número do telefone do Além para executarmos uma investigação sobre a hipótese espiritual. Resta-nos fazer algumas averiguações, como registrar a ocorrência de voz em um gravador e analisar este material. As explicações prosaicas mais aventadas lançam hipóteses de que tais telefonemas são:

a) Apenas ilusões auditivas das pessoas que atendem;

b) As pessoas que atendem são vítimas de trotes de brincalhões;

c) São fraudes organizadas por outros transcomunicadores – se passando por falecidos –, no intuito de iludir outros colegas pesquisadores ou mesmo para manterem-se em evidência;

d) De que as vozes são procedentes de linhas cruzadas que interferem numa conversação normal.

Outros exaurem a questão com um simples virar de ombros, alegando que é simplesmente fruto de fraude do próprio transcomunicador. Todas estas tentativas de explicações ainda não foram suficientes para solucionar os enigmáticos telefonemas em toda sua conjuntura. Para rebater a hipótese “a)”, é confirmado que muitos destes telefonemas foram gravados, sendo assim, não sustenta a hipótese de que os ouvintes sofriam de ilusões auditivas. É lembrado que algumas ligações pretensamente espirituais são tão nítidas e claras, no que se refere ao áudio, que mais parecem ligações telefônicas terrestres.

Adolf Homes averiguou em sua companhia telefônica as chamadas paranormais

Para as outras hipóteses explicativas é imprescindível realizar duas análises técnicas: 1- Identificar o número do telefone de quem ligou; 2 – Executar o mais importante, uma análise de fonética forense para verificação de locutor. A hipótese “d)” fica ilhada apenas com a possibilidade de identificação de falantes, já que a intervenção supostamente paranormal veio como uma linha cruzada numa chamada que já estava estabelecida – online – e, portanto, o número registrado seria apenas a do outro interlocutor.

Identificar um número telefônico é muito fácil com um identificador de chamadas, rastreando objetivamente o proprietário daquela conta. Entretanto, pode haver incompatibilidade entre alguns sistemas de identificação. Por exemplo, no Brasil usa-se o chamado BINA (B Identifica Número de A), e nos Estados Unidos usa-se o Caller ID. Se a sua companhia telefônica não der suporte para trabalhar com o sistema americano, a identificação dessa chamada internacional não será possível. Ademais, hoje em dia alguns aparelhos de telefonia móvel também podem tornar a sua ligação em modo anônimo, ocultando o seu número para quem irá atender.

No entanto, é possível contornar essas situações da forma mais objetiva de análise, quebrando o sigilo telefônico do aparelho que recebe as ligações (essa operação em alguns países envolve procedimento de ação judicial). Todavia, surpresas foram verificadas neste método básico de análise, ao se constatar que algumas ligações pretensamente atribuídas ao mundo espiritual não procediam teoricamente de lugar algum, ou seja, não constavam números nos identificadores de chamada e nem nos registros das centrais telefônicas. Um indício de uma ligação anômala?

Em janeiro de 1996, o pesquisador alemão Adolf Homes pediu para sua companhia telefônica, a Deutsche Telekom, monitorar e rastrear, por um período de dois meses, todas suas chamadas telefônicas. Depois de adotado todo o procedimento, Homes recebeu quatro ligações atribuídas aos espíritos, sendo duas em janeiro, uma em fevereiro e outra em data não especificada. Nesse período, Homes afiança que sua família não recebeu mais qualquer outra chamada. O resultado do monitoramento, expedido em março pela companhia alemã, foi de que nenhuma ligação havia sido feita para o telefone de Homes no período desses dois meses.

Ir para a parte 2

 

(0)(0)

Compartilhe este artigo:

32 Comentários »

  1. Rodrigo Mazzei 17 de junho de 2013 às 17:18 - Reply

    Olá Amigos Sempre estive acompanhado o trabalho da Sonia Rinalde e a 1 mês passado mais ou menos
    aconteceu algo lindo fenomeno de transcomunicação

    Eu sou locutor e tenho meu estudio de gravação aonde gravo meus trabalhos era manhã de sabado quando ligo 1 equipamento pré valvulado que obtem dois v.u que quando se fala ao microfone ele recebe o sinal e se meche , fui gravar mais ao gravar começo vir um grande sinal de chiado cortando e vindo bem forte achei estranho como o aparelho é dual v.u 1 se mechia o outro não mais escutei algo de fundo e perguntei Tem Alguem Ai ? ........ o V.U Mitter se mechia no fone não ouvi mais era visivel no pré valvulado que se mechia bom pensei deve ter alguem algum espirito querendo se comunicar
    e eu perguntei tem alguem ai você quer se comunicar ?
    Para enteder minha vó faleceu á 8 Anos e eu tinha uma ligação muito forte com ela amava como amo ainda e sempre depois que ela morreu consigo ver as vibrações bem forte dela bem perto da minha pessoa ai eu fiz a outra pergunta Vó é você que esta aqui é você vó a S.r esta feliz ?
    O V.U se meche de novo indo e voltando depois para . Fui no software e fui escutar a Primeira pergunta tem alguem ai que esta ai ? a pergunta foi respondida assim é a Vó indo e voltando deu para ouvir exatamente isso é a vó usei um noise reduction do software para ouvir mais limpo o audio e depois na segunda pergunda quem esta ai é a Vó esta feliz vó é você ? a resposta
    Etou morrendo de Saúdade de Você isso foi perfeito lindo entrei em prantos chamei meus pais e minha tia e tio que estava no dia e eles tambem escutaram a confirmação .
    Nós sempre acreditamos em vida a poz a morte e somos espiritas depois da mensagem lembrei de que um dia olhei para o céu no dia das mães e disse vó queria tanto te ver te dar um abraço ou pelo menos ouvir sua voz veja que bonito ela ouviu e veio me visitar é de arrrepiar e acreditem vale apena saber que nossos familiares são tambem nossos anjos de guarda...

    (1)(0)
  2. Domitilia Souza dos Santos 8 de setembro de 2012 às 18:48 - Reply

    Acredito na TCI, assim como acredito e sinto o vento, assim como ao ligar qualquer aparelho doméstico sei que existe energia. Assim como tenho certeza de que muitos pensamentos que me chegam não são meus, E o que são os pensamentos ? E os sonhos ? Alguns acontecem no mesmo dia e outros em alguns meses, quem sabe em anos; talvez nem estejamos no Planeta para comprovar... Mas, o que desejo, anseio e quero é receber uma comunicação do meu querido avô; José Antonio de Souza!

    (0)(0)
  3. gih 1 de maio de 2012 às 1:25 - Reply

    tenho recebido ligações de um contato chamado \"Ana\"... Quando atendo, ng fala nd...
    o interessante é que não tenho nenhum contato com o nome \"Ana\" na agenda do celular, e as chamadas não ficam registradas no perdidas/atendidas...
    procurei temas sobre hackeamento e falhas nas operadoras mas n achei nd...
    pode ter alguma coisa relacionada com algum fato como os citados?

    obs: o telefone está em ótimo estado

    (0)(0)
    • Alexandre de Carvalho Borges 5 de maio de 2012 às 1:06 - Reply

      Gih,

      Sem uma necessária análise no aparelho celular, nada é possível concluir. Se o nome "Ana" aparece, deveria estar cadastrado na agenda do celular.

      (0)(0)
  4. edson francisco flausino sene 30 de abril de 2012 às 19:53 - Reply

    favor me enviar mais material....

    (0)(0)
  5. Rachel 23 de abril de 2012 às 19:10 - Reply

    Deise, obrigada por me responder.
    Para complementar meu relato cabe dizer que meu irmão em Atibaia era muito orgulhoso. Se mudou para viver longe da família e mesmo vendo a esposa passar mal, não ligou para meus pais em São Paulo. Meus pais só ficaram sabendo que ela não estava bem, porque uma ligação da espiritualidade para nossa casa deixou o recado, como expliquei anteriormente nos relatos acima

    (0)(0)
  6. synture rawa hahamovici 5 de fevereiro de 2012 às 15:17 - Reply

    É portentosa a totalidade multidimensional da Vida, fato que atualmente, ainda que de forma incipiente e insipiente, começa a ser averiguado pela física vanguardista. Quero crer que, talvez já para o próximo século ,a tecno-ciência terrestre consiga avanços significativos também em transcomunicação instrumental - TCI - realmente, um campo de realizações e realidades fantástico, fascinante!!! Assim como nos últimos poucos séculos tivemos notabilíssimos avanços tecno-científicos, acredito que estejamos mais e mais próximos de alcançar um entendimento e uma abordagem metodologicamente científicos e conceitualmente holísticos, para podermos acessar outras dimensões de vida, realidade e consciência. Oxalá possamos despertar seguramente para uma mentalidade realmente holística, abrangendo arte, ciência, filosofia e religião num contexto integrado multidimensório, pois a Vida o é, realmente.Deixo aqui meu mais respeitoso cumprimento a todos que, como eu, buscam por algo superior,universal,kósmico e transcendental. SALVE A UMBANDA SAGRADA! SALVE O HEBRAICO TRANSCENDENTAL! SALVE A LÍNGUA PORTUGUESA MONUMENTAL! SALVE A SABEDORIA KOSMOCONSCIENTE! SALVE OS IMPÉRIOS DA LUZ!!!

    (0)(0)
  7. Marcos A. Rondineli 21 de novembro de 2011 às 19:43 - Reply

    Eu atendo sem tirá-lo do gancho e não consigo identificar meu interlocutor.

    O telefone - esse moderno e eterno - funciona mais como uma babá-eletrônica, pois a tudo ouve, a tudo vê, a tudo sente e nós é que nos comportamos como os bebês, em busca do que a vida é.

    Parabéns pelo texto... convidativo, e sedutor.

    (0)(0)
  8. Anonimo... 17 de outubro de 2011 às 16:16 - Reply

    Davi,quero lhe agradecer pelo email que voce mim enviou e pelo que voce fala no email. Muito obrigado,que Deus o abençoe ! Eu ja estava ficanco louco,pois eu tenho a certeza que era ele quem falava no telefone,ninguem sabia dos planos que eu estava bolando,e derrepente o telefone tocou e ele mim disse aquelas palavra... Entao,de alguma forma as pessoas desencarnadas sabe e ve tudo o que a gente faz... To imprecionado ! Muito obrigado pelo email e pela palavra ! Fique com Deus !

    (0)(0)
  9. Anonimo 16 de outubro de 2011 às 5:14 - Reply

    Meu sobrinho de apenas 22 anos foi assassinado por motivo banal,e por esse motivo eu fiquei muito indignado e revoltado. Bolei um plano secreto pra fazer vingança e quando eu ja estava quase saindo de casa pra vingar a morte do meu sobrinho o telefone tocou e quando eu atendi era a voz do meu sobrinho que tinha sido assassinado me disse; \'\'SE VOCE FIZER O QUE VOCE ESTA PENSANDO, VOCE VAI DESCER !\'\' Eu fiquei muito assombrado e imprecionado ! Como que uma pessoa que ja desencarnou pode falar ao telefone ? Eu tenho 100% de certeza de que era a voz do meu sobrinho que falou comigo no telefone. O que ele quis dizer que;se eu vingasse a morte dele que eu iria descer ??? Eu nao entendi. Sera que é pro inferno ??? Por favor,se alguem puder mim ajudar a entender o que ele quis dizer. Meu E-mail é : vilmondesouza@ovi.com Ficarei muito agradecido !

    (0)(0)
    • Grace 23 de abril de 2012 às 14:12 - Reply

      Com certeza,ele quis dizer de nivel espiritual!pois o plano espiritual tem muitas camadas...tanto o nivel superior como o nivel inferior!se vingando estaria descendo de nivel!ele veio como resgate...ja sabia que ia passar por isso!espero que eu tenha ajudado luz no seu caminho!

      (0)(0)
  10. silvia 13 de outubro de 2011 às 17:46 - Reply

    No dia 09/10/2011 meu irmao ganhou um cel. da namorada dele,na segunda feira dia 10/10/2011 estava no quarto qd o cel.do meu irmao tocou o num. q estava ligando era 666 estava escrito besta,todos acharam q estava louca qd de repente tocou novamente era 666 besta,meu irmão ficou pasmo mas achamos q era algum trote,ligamos para a operadora e ela nos informou q nao havia nenhuma ligação c/este num.e ainda achou q era brincadeira, no dia 13/10/2011 ligou novamente era a besta 666,entao meu irmao disse brincando eu sei quem é vc e desligou o cel. qd ligaram novamente desta vez estava [satanas 666] ficamos meio assim qd meu namorado falou so falta ligar agora o demonio brincando,qd ligou[demonio 666] nos tres nos arrepiamos de baixo p/cima e nossos olhos encheram se de lagrimas foi uma sensação muito estranha q sentimos esses acontecimentos so acontecem qd estamos nos tres. Sera alguem do alem??? fica a duvida ate a presente data. Estranho q não fica registrado na chamada recebida então não temos como provar!

    (0)(0)
  11. Deires Hoffmann 5 de outubro de 2011 às 13:44 - Reply

    Uma tarde, estando num taxi, dirigia-me á chácara da minha irmã ao meu lado, uma sacola plástica, contendo um gravador de mão, procedimento corriqueiro, uma vez que gravava nossa conversa ,rica de acontecimentos diários.Num dos lados da fita, continha uma gravação do meu marido cantando C .. De um cancioneiro antigo. Do outro lado, a fita já pronta Estávamos eu e o motorista a falar sobre o tempo já escurecendo, prometendo vir uma tromba d?água Num dado momento ouviu-se a música Pedi então ao motorista que desligasse o radio, uma vez que estávamos conversando. Respondeu que ainda não havia colocado radio, pois que acabar de comprar o carro recentemente. Percebemos, então que a música saia da sacola plástica que se encontrava ao meu lado. Abismada os dois, primeiro porque primeiro não havíamos tocado nela segundo porque a fita não estava mais no lado onde seria gravado a conversa com a minha irmã e sim a canção que se ouvia no momento. Dias depois, ao fazer um contato via radio, a entidade coloca a música Chão de Estrelas. , prova que reforça a veracidade co contato no taxi.

    (0)(0)
  12. Deires 5 de outubro de 2011 às 13:40 - Reply

    Uma tarde, estando num taxi, dirigia-me á chácara da minha irmã ao meu lado, uma sacola plástica, contendo um gravador de mão, procedimento corriqueiro, uma vez que gravava nossa conversa ,rica de acontecimentos diários.Num dos lados da fita, continha uma gravação do meu marido cantando C .. De um cancioneiro antigo. Do outro lado, a fita já pronta Estávamos eu e o motorista a falar sobre o tempo já escurecendo, prometendo vir uma tromba d?água Num dado momento ouviu-se a música Pedi então ao motorista que desligasse o radio, uma vez que estávamos conversando. Respondeu que ainda não havia colocado radio, pois que acabar de comprar o carro recentemente. Percebemos, então que a música saia da sacola plástica que se encontrava ao meu lado. Abismada os dois, primeiro porque primeiro não havíamos tocado nela segundo porque a fita não estava mais no lado onde seria gravado a conversa com a minha irmã e sim a canção que se ouvia no momento. Dias depois, ao fazer um contato via radio, a entidade coloca a música Chão de Estrelas. , prova que reforça a veracidade co contato no taxi.

    (0)(0)
  13. Deires Hoffmann 3 de outubro de 2011 às 14:47 - Reply

    Seu contato digno de se entender, uma vez que não há mistério de ligações de Lá para cá, uma vez que as entidades se propõe a se comunicarem com os parentes ou amigos.É uma realidade que cada vez mais vai ocupando espaço no meio científico, queiram uns aceitarem ou não. A transcomunicação caminha a passos largos para que as pessoas venha a conhecer esse intercâmbio de ligações afim de compreender que a vida continua após o desencarne.
    Deires Hoffmann

    (0)(0)
  14. Deires Hoffmann 3 de outubro de 2011 às 14:34 - Reply

    Por experiência ,acato a possibilidade de ligações oriundas de outros mundos, e de estarmos em contato com nossos irmãos já desencarnados. Um fato ocorrido numa ocasião em que o telefone tocou, e tive a felicidade de ouvir uma irmã falecida.
    Deires Hoffmann

    (0)(0)
  15. DENY ROGÉRIO FERREIRA BEZERRA 3 de julho de 2011 às 6:39 - Reply

    Meu pai desencarnou no dia 11 de julho de 2010. Em abril desse ano minha mãe e meu irmão foram passar o final de semana em uma chacara, local distante da cidade de Manaus, onde não havia sinal de celular, os celulares estavam todos fora de area, todos estavam ouvindo um cd de músicas que meu pai adorava. o meu irmão então falou pra minha mãe: - Mãe, eu ainda não acredito que o papai morreu. E minha mãe falou: - Meu filho as vezes eu sinto a presença do teu pai tão perto de nós. Minha mãe terminou de falar e o celular começa a tocar. Ela pensou que era o despertador do celular, quando ela viu, o celular estava chamando, CHAMADA DESCONHECIDA, ela atende e não ouve nada, mas quem ligou continuava na linha, meu irmão pegou o celular e tentou, mas ninguém respondia do outro lado, minha mãe insistiu, mas sem sucesso, desligou o celular e foi mostrar a ligação para todos reunidos, pois nunca ninguém havia conseguido ligar pra lá pois era impossivel pois não existia sinal algum, quando minha mãe foi mostrar a ultima chamada para todos, a chamada não tinha sido registrada, não havia sinal dela. Todos nós acreditamos que o nosso pai estava nos escutando do outro lado. Ele apenas queria ouvir nossas vozes mais uma vez.

    (0)(0)
  16. DeiresHoffmann 30 de junho de 2011 às 9:38 - Reply

    Rachel
    Quanto a sua pergunta:\"Quem ligou para São Paulo?\", esteja certa que estamos sempre em contato visual e como ouvinte, com os nossos queridos que já estão vivendo em outros planos de existência. Niguem morre, e sim desencarna, pois que a matéria se dissolve, mas o espírtio continua se evloluido, na continuidade da vida após a morte. Já passei por essa experiência, e recebi telefonoma de uma parenta, com testemunha, sem que nada ficou registrado na conta telefônica. \"CONTATOS POR TELEFONE\", um livro, que registra vários desses fenômenos espirituais.
    Paz e luz
    Deires Hoffmann

    (0)(0)
  17. Deires Hofmann 16 de junho de 2011 às 1:30 - Reply

    Sou transcomunicadora e amiga de Sonia Rinaldi.Brevemente estarei enviando minhas experiências com áudios e artigos sobre este tema, que acredito estar em contato com outros mundos habitáveis. Não tenho receio de me expor porque sei bem que estamos avançando neste setor e dia virá que a humanidade se conscientizará que não estamos sós neste mundo e que a matéria nossa é efêmera e só o espírito sobreviverá.
    Deires Hoffmann
    Para contato:
    deires@terra.com.br

    (0)(0)
    • Luzinete Maria Nobre de Mello 19 de novembro de 2011 às 22:14 - Reply

      Estou estudando e gostaria de receber artigos sugestões de literatura, é fascinante saber que essa comunicação é perfeitamente possível e pode consolar muitas pessoas que perderam seus entes queridos. Muita Luz

      (0)(0)
      • Deires 19 de novembro de 2011 às 22:44 - Reply

        Luzinete
        Entre em contato comigo pelo meu e-mail: deires @terra.com.br
        Adiantando: Sim é possível. A transcomunicação Instrumental via aparelhos eletrônicos facilita o nosso trabalho, provando que a vida continua após o desencarne.
        Paz e Luz
        Deires Homann

        (0)(0)
    • SUELY DOS ANJOS 3 de janeiro de 2012 às 17:24 - Reply

      qUERIDA DEIRES,

      Prezados Amigos,

      Li todo o artigo sobre Transcomunicação Instrumental, uma vez que sou assídua estudiosa do
      Assunto. Sou espírita de berço e acredito piamente , uma vez que já tive duas experiências
      Pessoais.

      O que me impressionou é o fato de eu não ter tantos aparelhos e ter recebido uma mensagem.

      Bem, vou contar avocês e espero que acreditem, porque não comento o fato com quase ninguém,
      Pois podem me achar insana.

      Meu querido filho desencarnou há 6 meses com 47 anos. Não recebi aviso prévio. Almocei com
      Ele num sábado e o enterrei no sábado seguinte. Ele teve AVC hemorrágica.

      Meu filho era um gênio em informática e para que eu recebesse um excelente som do computador
      Ele fez algo diferente (isso há uns 8 anos atrás).

      Tenho um rádio Lenoxx sound portátil. Como voces sabem, existem 6 botões no rádio... PAUSE...STOP ...
      FWD.... PLAY ... REW e RECORD.

      MEU FILHO LIGOU O RÁDIO AO COMPUTADOR E ABAIXOU OS BOTÕES DO PAUSE DO PAY E DO
      RECORD E DEIXOU NUMA FAIXA SEM SOM. TODO SOM RECEBIDO DO COMPUTADOR IA PARA O RÁDIO E O VOLUME, A SONORIDADE, ETC, FICARAM MARAVILHOSOS.

      HÁ UNS 3 MESES ATRÁS, ESTAVA NO MEU PC, CONTUDO A INTERNET EXPLORER ESTAVA FECHADA,
      OU SEJA, EU NÃO TINHA NADA ABERTO, A NÃO SER UM EMAIL DO INCREDMAIL, QUE NÃO PRECISA
      DO INTERNET EXPLORER.

      ERAM 7 HORAS DA NOITE QUADO COMECEI A OUVIR A VOZ DE UM HOMEM (CLARO QUE ERA
      UM ESPÍRITO) VOZ SUAVE, FALANDO SOBRE O EVANGELHO DE JESUS.

      FIQUEI PROCURANDO O QUE ESTARIA ABERTO NO PC E NÃO ENCONTRAVA NADA, NEM O MEDIA
      PLAYER. PERDI MUITO TEMPO TENTANDO DESCOBRIR O QUE ESTAVA ACONTECENDO, E PERDI MUITO
      DA MENSAGEM.
      ENTÃO RESOLVI PARAR E SÓ FICAR OUVIDO. ELE ENTÃO DISSE:

      - AGORA VOU PASSAR A PALAVRA AO MEU IRMÃO AQUI PRESENTE.
      ENTROU UMA VOZ TÃO DOCE, FALANDO COM MUITA SABEDORIA E DOÇURA.
      COMO ESTUDO TRANSCOMUNICAÇÃO, ACHEI ESTRANHO PORQUE FALARAM DURANTE UNS
      CINCO MINUTOS SEM NENHUM CHIADO DO SOM. A VOZ ERA CLARA, NÍTIDA... INCRÍVEL.

      AMIGOS, TENHO CERTEZA QUE RECEBI UMA MENSAGEM DOS MEUS AMIGOS ESPIRITUAIS
      PELA COMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL. CONTUDO, NÃO ME PERGUNTEM COMO FOI POSSIVEL
      TANTA PERFEIÇÃO, UMA VEZ QUE EU SÓ TINHA O COMPUTADOR (UM WINDOWNS XP) E UM
      RÁDIO IMPROVISADO E INSTALADO POR MEU FILHO.

      OS IRMÃOS ESPIRITUAIS NÃO FALARAM NADA SOBRE MEU FILHO E EU TAMBÉM NÃO FIZ
      NENHUMNA PERGUNTA POIS ESTAVA PERPLEXA.

      ANTES DE SAIR, A VOZ DISSE:

      - AGORA TENHO QUE IR, MAS VOLTAREI E DEIXAREI COM VOCÊ UMA LINDA MÚSICA,
      CONTUDO A MÚSICA NÃO VEIO.

      ATÉ HOJE ME LEMBRO COMO TUDO ACONTECEU, MAS NÃO CONTEI NEM PARA
      A CASA ESPÍRITA ONDE SOU EXPOSITORA DO EVANGELHO E DE CURSOS, PORQUE
      ELES NÃO ACEITAM A TRANSCOMUNICAÇÃO, JÁ EU ESTUDO E TENHO CERTEZA QUE
      ESSE SERÁ O FUTURO DA COMUNICAÇÃO ENTTRE ENCARNADOS E DESENCARNADOS.

      QUEM DESEJAR SE COMUNICAR COMIGO, DEIXO MEU E-MAIL, MAS ESCREVA NO SUBJECT..... SOBRE
      TRANSCOMUNICAÇÃO.... PORQUE QUANDO RECEBO E-MAILS DESCONHECIDOS, DELETO.

      sulanjos@uol.com.br

      ABRAÇOS A TODOS

      SUELY DOS ANJOS

      (0)(0)
  18. Juciele F 28 de fevereiro de 2011 às 14:52 - Reply

    ñ entendo muito desse negocio de transcomunicações parece um pouco loucura......vou pesquizar mais sobre issso...... o negocio e muito loko mas ñ acho q tem msm uma possibilidade de conversar com alguem que ja morreu

    (0)(0)
  19. Rachel Aparecida Alberto 11 de setembro de 2010 às 22:54 - Reply

    Em 1991, meu irmão, cunhada e filhos (todos pequenos) moravam em Atibaia-SP e meus pais em São Paulo, que por sua vez cuidavam de um outro neto de 4 anos de idade. Numa tarde de julho desse ano meus pais sairam e deixaram o neto dormindo, pois não demorariam. Quando chegaram, esse meu sobrinho de 4 anos, informou que acordou com o telefone tocando e que era a tia Marily, de Atibaia. Minha mãe ligou imediatamente e foi informada de que ninguém havia ligado para a casa dela, mas que minha cunhada (Marily) estava passando mal, já quase entrando em coma, quando um pouco depois foi levada para o hospital, vindo a desencarnar em 07/08/1991. Quem ligou para São Paulo?

    (0)(0)
  20. Bartira Moura Rosaa 21 de abril de 2010 às 17:57 - Reply

    Meu pai desencarnou em janeiro de 1981. Em março desse mesmo ano recebí um telefonema dele !
    Falou comigo e eu o ouvia perfeitamente !
    Foi muito bom !!!

    (0)(1)
    • Deires Hoffmann 3 de outubro de 2011 às 15:37 - Reply

      Bartira, é sempre gratificante estar em contato com nossos irmãos e amigos que já estão em outros planos de existência. Nos meus contatos afirmam que estão nos vendo e nos ouvindo. Acredito sim que o teu pai falou, sim, contigo.
      Paz e Luz
      Deires Hoffmann

      (0)(0)
  21. Túlio 6 de abril de 2010 às 18:04 - Reply

    Ninguém questiona o porquê de um espírito respirar, ou por que haveria ar no mundo espiritual. Ou como um espírito desencarnado usaria um sistema fonético orgânico, já que ele está desencarnado; principalmente mantendo as mesmas caracteristicas de quando estava materializado (mesmas cordas vocais e mesmos elementos idiossincráticos do organismo que determinam na formação da voz).
    Parece que o pesquisador esqueceu-se de que a voz tem que sair de algum lugar. O som decorre de entrechoques da matéria e se propaga pelo ar. O som não se propaga no vácuo.
    É completamente absurdo atribuir caráter científico a sons do além.
    A relação entre o fenômeno voz, e a hipótese deste ser resultante de espírito não possui nexo causal racionalmente ou cientificamente constatável. Não passa de uma crença.

    (0)(0)
    • Alexandre de Carvalho Borges 6 de abril de 2010 às 22:28 - Reply

      O processo de surgimento das vozes é baseado em hipóteses. Não há como descartar diversas hipóteses, assim como também não há como valida-las.

      O que ocorre é que em alguns casos as vozes são comparadas por técnicas de reconhecimento de vozes e atingem muitas vezes alto índice de similaridade.

      A origem do fenômeno ainna é uma hipótese. Mas, sim, ela pode e é estudada de modo científico.

      (0)(0)
      • Anônimo 12 de junho de 2010 às 23:04 - Reply

        CONCORDO COM VOCE, EM NUMERO E GRAU!!!!
        MARIALUCIA

        (0)(0)
    • Davi 1 de junho de 2010 às 17:55 - Reply

      Túlio, o nexo causal ao qual você se refere submete-se ao escrutínio científico nos moldes científicos vigentes. Mas sabemos que os moldes científicos vigentes se aperfeiçoam com o tempo e o que não foi possível ontem ou não é possível hoje, poderá ser possível amanhã, toda a fenomenologia científica se baseia nessa progressividade possível.

      Logo, \"não possui nexo causal racionalmente ou cientificamente constatável\" é algo extremametne relativo, visto que a ciência pode dominar certas explicações controladas por métodos seguros até o período em que nos encontramos - mas não pode dizer com certeza que não vá ser dada uma explicação plausível pra algo que talvez já exista.

      Há ainda mais uma coisa: o espírito, considerado na sua visão como algo inteiramente apartado da ideia de uma ligação da \"matéria\", como algo completamente imaterializado, intangível e imponderável, na verdade possa ter, o espírito, algum elo de natureza material que o permita vincular-se à matéria densamente considerada na sua visão. Ainda não inteiramente compreensível, claro. Mas é mais um ponto.

      (0)(0)
    • Carlos Roberto Martins 19 de dezembro de 2010 às 10:48 - Reply

      O fato de o ser humano ter descoberto n estados da matéria, não significa que ela não exista em outros estados que escapam de nossos limitados sentidos. Se compararmos a verdade ao universo, o que sabemos não passa de um átomo. Você tem certeza de que o mundo é como o percebemos? Nossos sentidos são capazes de percebermos a realidade como ela é? Ou será que temos nossas limitações e a verdade vai se descortinando à medida que formos nos desenvolvendo física e espiritualmente?

      (0)(0)
  22. Ronaldo Dantas 3 de abril de 2010 às 12:15 - Reply

    Trabalho eminentemente científico em que é analisada as possibilidades alternativas na produção das referidas vozes, sem hipótese preconcebida. O que falta no meio de estudos de TCI são trabalhos deste tipo.

    (0)(0)

Deixe um comentário »

Current day month ye@r *